DE LONDRINA PARA O MUNDO
A ARTEST ESTA RECEBENDO PE√áAS ARTESANAIS DE TODO BRASIL PARA APRESENTAR AO GRUPO ITX. AS TIPOLOGIAS S√ÉO AS MAIS VARIADAS POSS√ćVEIS, DE CER√āMICA A PAPEL, PALHA DE MILHO, VIDROS ENTRE OUTRAS. NOS DIAS 22 E 23 DE MAIO ESTAR√ÉO EM LONDRINA, E NOS DIAS 24 E 25 DE MAIO, A ARTEST ESTAR√Ā EM PORTO ALEGRE NO RIO GRANDE DO SUL APRESENTANDO OS PRODUTOS DESTE ESTADO E DE SANTA CATARINA.
 
 

17/05/2011

De Londrina para o mundo

Grupo internacional selecionará peças artesanais para serem exportadas para Estados Unidos, Europa e Canadá
 
 
Fotos: Saulo Ohara
Denise Mucci, coordenadora: importadora procura op√ß√Ķes diferenciadas
Tornar seu trabalho reconhecido no Brasil e no exterior é o sonho de qualquer profissional, principalmente dos artesãos, que colocam toda sua criatividade nas peças que fazem. Agora uma chance surge através da Associação de Artesanato & Estilo (Artest). Nos dias 22 e 23 de maio representantes da Interaxis Source, importadora de artesanato da América do Norte estarão em Londrina para conhecer trabalhos que serão exportados para a Rede Comercial TJX, que possui quase três mil lojas distribuídas entre Estados Unidos, Canadá e Europa.

Os interessados em participar dessa sele√ß√£o devem enviar suas pe√ßas at√© o dia 19, quinta-feira, para a Artest. ''Estamos em cima da hora, mas √© uma oportunidade √ļnica. J√° recebemos pe√ßas de v√°rias partes do Brasil'', explica Denise Mucci, coordenadora da Artest. Ela conta que o diferencial desta importadora √© a op√ß√£o pela variedade de pe√ßas. ''Em geral compram muitas pe√ßas repetidas, mas desta vez querem op√ß√Ķes diferenciadas, dos mais variados materiais.''

Denise lembra também que outra vantagem para o artesão, é que a empresa tem grande potencial de compra, o que deve gerar pedidos para o ano todo. ''Por esse motivo o artesão tem que ter capacidade de produção e se comprometer a entregar no prazo combinado'', ressalta Denise.

A artesã Andrea Bueno já se apressou a levar suas peças para participarem da seleção. Ela começou produzindo bijuterias mas hoje mudou o foco e trabalha produzindo peças de madeira que simbolizam o Espírito Santo e também bandejas. ''Quando produzia bijuterias cheguei a exportar. Agora quero retormar com as peças de madeira. De uma certa forma, minhas peças vão para o exterior, na forma de presentes de pessoas que passam pelo aeroporto, mas produzir em grande quantidade é diferente'', atesta.

Andrea lembra que é necessário ter comprometimento com a qualidade e também com os prazos. Para isso, ela capacitou outras mulheres para fazerem partes básicas das peças, como as flores de fuxico em tecido. A montagem final é responsabilidade dela.

Ana Kátia é outra artesã que já mandou suas peças para participarem da seleção. Ela faz bonecos de E.V.A em parceria com a Artest. ''Depois que eu conheci a associação consegui aumentar meu lucro. Acho que todos devem aproveitar a oportunidade'', afirma.

Serviço: Os interessados em participar da seleção devem entrar em contato através do (43) 3323-2510 ou do artest@artest.com.br

√Črika Gon√ßalves
Reportagem Local
 
17/05/2011
Makex - Web Sites em LondrinaMakex - Desenvolvimento de Web Sites